Conto: A consulta, por Fernando Rodrigues

Eu sempre admirei o modo como o Fernando escreve. E não sou só eu. Ele posta ótimos textos no Satélite Vertebral. Lá tem só coisa fina do mundo das HQs, cinema, literatura. Sempre encontro reviews e notícias interessantes assinada por ele e pelos outros colaboradores. Assim como eu, ele também é jornalista e um apaixonado por contar histórias. Além disso, temos em comum o gosto por quadrinhos. O Fernando disse que iniciou tarde na literatura, mas já tem até conto publicado na Revista Bang Literário, da Elo Editorial. Espero que ser publicado aqui no Cornucopia Vacua também o impulsione para publicar mais e mais. 🙂

Satélite Vertebral | Página no Facebook 

A Consulta

 Por Fernando Rodrigues

… E após muito pensar e sofrer com a agonia torturando sua esfacelada alma, ele adquiriu coragem e falou para o Dr. Freud:

– Senhor Freud, as pessoas afirmam que eu sou louco e que imagino realidades distorcidas. Eu…

– Sim, eu entendo o seu caso, só que…

– Eu também tenho sonhos estranhos. O senhor disse certa vez que sonhos são manifestações do nosso inconsciente, né?

– Sim, o problema é que…

– Pois é, dia desses sonhei que eu era uma borboleta, mas agora não sei se eu sou a borboleta sonhando que é uma pessoa, entende?

– Eu entendo. Eu só quero dizer que…

– E já que o senhor afirma que o impulso sexual move o indivíduo, isso significa que eu quero foder uma borboleta? É isso?

– Não exatamente, eu preciso dizer que…

– E já que o senhor considera a consciência dividida em três níveis, sendo eles o inconsciente o que possui mais difícil acesso, como você poderá me tratar? Será por hipnose?

– Não, pode ser com soco na cara, mesmo, seu maluco do caralho!! Pois há cinco minutos eu estou tentando dizer que eu não sou Freud, que isso aqui é uma padaria e que tu está atravancando a fila do caixa, pôrra!!

Imagem: British Library.
Imagem: British Library.
Anúncios

5 comentários em “Conto: A consulta, por Fernando Rodrigues”

  1. Adorei!! Um conto cheio de humor e surpresa. Um final inusitado para as questões levantadas ao longo do texto. Parabéns ao Fernando, parabéns Luka pela escolha. Dei boas gargalhadas ao terminar de ler, e literatura é isso, nos tirar da zona de conforto e mexer com nossas emoções, e na minha humilde opinião, nos fazer rir é tão difícil nos dias pesados de hoje. Paz, luz e riso! Blessed be. ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s